Sua versão do navegador está desatualizado. Recomendamos que você atualize seu navegador para uma versão mais recente.

Compartilhe

Notícias

Bom Saber


Consumidores não terão piedade...

Postado 2019/01/30


Publicidade enganosa é crime. O infrator está sujeito a uma pena de três meses a um ano e multa. Comete o mesmo crime o agenciador da propaganda.

A maior das penas, no entanto, é o entendimento dos clientes e do mercado em geral, que não compensa ter qualquer vínculo com empresas imorais, cuja integridade não condiz com as exigências da sociedade de hoje. Assim, os clientes enganados vão embora e a empresa quebra. Esta é a maior das penas, sem dúvida. A história mostra casos assim.

Até mesmo, quando não existe à luz da lei, nada que os clientes possam identificar como ilegalidade explícita, a percepção do usuário pode ser a essência de uma ação não ética. Em outras palavras, isto acontece, por exemplo, quando os clientes evidenciam que informações importantes foram restringidas no primeiro contato. Evidenciam o uso de um chamariz imoral. Aí também, a maior das penas, será deixar de usar os serviços e produtos de uma organização cuja relação com seus clientes não é a correta. A maior pena... Não a única que lhe é devida.

Na imoralidade ou na ilegalidade, é certo que tais empresas não mais interessam a nova sociedade. Consumidores não terão piedade...

 

 

Licença Creative Commons
O trabalho "Consumidores não terão piedade..." de Carlos Santarem está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://squalidade.com.br/.



Política de cookies

Este site utiliza cookies para armazenar informações no seu computador.

Você aceita?